Analista diz que o crescimento do Bitcoin nos próximos anos pode ser semelhante ao da Nasdaq



O Bitcoin (BTC), apesar do momento de baixa, poderá se transformar ao longo da próxima década em uma espécie de Nasdaq, uma das maiores bolsas dos Estados Unidos. Esta é a avaliação do consultor financeiro da Swan Bitcoin, Andy Edstrom, em um artigo publicado pela CoinDesk. Para ele, a principal criptomoeda do mercado apresenta um grande leque de oportunidades de investimentos, enquanto as gigantes tecnológicas enfrentam obstáculos regulatórios e o aumento da inflação, o que pode representar um terreno árido pela frente.

Edstrom ressaltou que dos cerca de US$ 20 trilhões de capitalização total de mercado da Nasdaq, aproximadamente US$ 11 trilhões estão acumulados nas sete maiores companhias do índice ­-  Apple (AAPL), Microsoft (MSFT), Alphabet (GOOG), Amazon, Tesla (TSLA), Nvidia (NVDA) e Meta (FB). Entretanto, desse montante, 90% foram gerados na última década. 

Para o especialista, os tempos mudaram para estas empresas e elas não deverão “voar em céu de brigadeiro” nos próximos anos, porque a opinião pública se virou contra esses titãs com a suspeita de manipulação das Eleições nos Estados Unidos, que deu a vitória ao republicano Donald Trump em 2016. 

O consultor disse que expressões como “capitalismo de vigilância” foram incorporadas ao vocábulo e elencou um rol de argumentos sedimentados na opinião pública contra estas empresas, que vão desde a manipulação do jornalismo até a comercialização de dados privativos dos usuários. 

Ele também abordou “a grande inflação dos anos 2020”, que segundo ele já representaria um componente social e econômico que pode perdurar por bastante tempo, até que as pessoas mudem suas expectativas para o futuro, além de vários complicadores que não dependem de fatores psicológicos, segundo ele. 

Andy Edstrom acredita que o cenário de longo prazo é favorável ao Bitcoin, cujo valor total gira em torno de US$ 600 bilhões, montante que, em termos nominais, é o mesmo valor dos sete maiores membros da Nasdaq uma década atrás. Segundo ele, a criptomoeda pode acumular outros US$ 10 trilhões de valor ao longo da década, como fizeram estas empresas há 10 anos. 

O presente, no entanto, é de desafio para o Bitcoin, uma vez que a criptomoeda perdeu o suporte de US$ 29 mil e luta para manter os níveis de US$ 28,6 mil e US$ 28,2 mil, conforme noticiou o Cointelegraph. 

LEIA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...