Bitcoin prestes a estabelecer um novo recorde de 9 semanas de perdas, com preço do BTC desvalorizando 22% em maio


O Bitcoin (BTC) ameaça manter uma sequência de perdas sem precedentes em 29 de maio, já que o par BTC/USD permaneceu em um intervalo intradiário estreito.

Gráfico diário BTC/USD (Bitstamp). Fonte: TradingView

Correlação com ações não oferece conforto aos touros do BTC

Dados do Cointelegraph Markets Pro e da TradingView sinalizaram um novo recorde, agora de nove semanas seguidas, de fechamentos semanais negativos para o Bitcoin – o maior da história.

Oito fechamentos semanais negativos já haviam sido um recorde. Essa sequência de perdas do Bitcoin fornecem o pano de fundo para a fraqueza da ação de preço do BTC que continuou a decepcionar os analistas no fim de semana.

Mesmo os mercados de ações, sob pressão em função aperto monetário do do Banco Central dos EUA, conseguiram obter ganhos ao longo da semana. Enquanto isso, o Bitcoin e a maioria das altcoins aprofundaram suas perdas.

“O mais preocupante tem sido a divergência entre ações e criptomoedas. S&P e NASDAQ negociaram cerca de 10% mais alto desde as baixas de 20 de maio, enquanto BTC e ETH se mantiveram em queda no mesmo período”, escreveu a empresa de trading QCP Capital aos assinantes de seu boletim informativo de mercados, cuja última edição foi lançada em 29 de maio.

“Esta não é a direção da descorrelação que esperávamos!”

O QCP ecoou o sentimento existente sobre o baixo desempenho do Bitcoin em comparação com as ações, com as quais estava altamente correlacionado até pouco tempo atrás.

Continuando, a popular conta do Twitter Il Capo of Crypto prevê uma nova pressão vendedora graças a essa nova evidência.

“A última vez que o SPX subiu fazendo uma nova alta enquanto o $BTC estava registrando máximas mais baixas, vimos uma continuação do movimento descendente, uma vez que o SPX reverteu. Agora o SPX está em resistência”, disse em publicação uma no dia.

Bitcoin enfrenta as “queridas quedas de maio”

Com isso, o par BTC/USD se prepara para encerrar o mês de maio com uma queda acumulada de cerca de 22%.

Isso tornaria maio de 2022 o segundo pior maio da história do Bitcoin, confirmaram dados da plataforma de monitoramento de dados on-chain Coinglass.

Tabela de retornos mensais do par BTC/USD (captura de tela). Fonte: Coinglass

Enquanto isso, a análise das tendências de baixa ao longo do tempo revelou que a atual queda em relação às máximas foi a quarta mais longa de todos os tempos. Está, agora, em 200 dias.

Observado pelo analista Matthew Hyland, a tendência de baixa mais longa de todos os tempos ocorreu em 2014-15 e durou mais que o dobro.

O #Bitcoin está atualmente em seu 4ª ciclo de baixa mais longo em toda a sua história

— Matthew Hyland (@MatthewHyland_)

Como o Cointelegraph relatou também, os padrões históricos indicam que um período de ação lateral de preços poderia continuar agora, seguido apenas mais tarde por um evento de capitulação e fundo macro.

As opiniões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...