BTC, ETH, XTZ, KCS, AAVE


Depois de cair por oito semanas consecutivas, o Dow Jones Industrial Average recuperou-se acentuadamente na semana passada, terminando o pregão de sexta-feira em alta de 6,2%. No entanto, o Bitcoin (BTC) não conseguiu replicar o desempenho dos mercados de ações dos EUA e está ameaçando consolidar uma vela vermelha pela nona semana consecutiva.

Um sinal positivo é que as baleias do Bitcoin estão comprando a correção do mercado. Os dados da Glassnode mostram que o número de carteiras de baleias do Bitcoin (com saldo de 10.000 Bitcoins ou mais) subiu para seu nível mais alto desde fevereiro de 2021. A acumulação nas carteiras de baleias sugere que a visão de longo prazo para o Bitcoin permanece otimista.

Visão diária de dados do mercado de criptomoedas. Fonte: Coin360

A Blockware Solutions destacou que o Múltiplo de Mayer, uma métrica que compara a média móvel simples de 200 dias com o preço atual, estava “perto de algumas das leituras mais baixas já registradas” na história. A empresa disse que alguns outros indicadores também sugerem que o Bitcoin está tentando formar um fundo.

Se o Bitcoin iniciar uma recuperação no curto prazo, é provável que certas altcoins o sigam com voos ainda mais altos. Vamos estudar os gráficos das 5 principais criptomoedas que podem liderar um rali de alívio nesta semana.

BTC/USDT

O Bitcoin permanece preso dentro de um intervalo apertado entre a linha de tendência de baixa e o suporte em US$ 28.630. Os ursos puxaram o preço abaixo de US$ 28.630 em 26 e 27 de maio, mas não conseguiram sustentar os níveis mais baixos. Isso resultou em uma recuperação em 28 de maio.

Gráfico diário BTC/USDT. Fonte: TradingView

Os touros agora tentarão empurrar o preço acima da linha de tendência de baixa e desafiar a média móvel exponencial de 20 dias (US$ 30.538). Se eles tiverem sucesso, o par BTC/USDT poderá ganhar impulso e o rali poderá atingir a SMA de 50 dias (US$ 35.181).

A divergência positiva no índice de força relativa (RSI) sugere que o momento de baixa pode estar enfraquecendo e uma alta pode estar chegando.

Por outro lado, se o preço cair abaixo da resistência superior, os ursos tentarão novamente puxar o par abaixo de US$ 28.630. Se eles conseguirem fazer isso, o par completará um padrão de triângulo descendente de baixa, que tem um alvo em US$ 24.601.

Gráfico de 4 horas BTC/USDT. Fonte: TradingView

A 20-EMA e o 50-SMA no gráfico de 4 horas se achataram e o RSI está logo acima do ponto médio, sugerindo um equilíbrio entre oferta e demanda.

Se os touros conduzirem o preço acima da linha de tendência de baixa, o padrão de triângulo descendente negativo será invalidado. Isso pode resultar em um short squeeze, pois os ursos de curto prazo podem ter que fechar suas posições. Isso poderia abrir caminho para um possível rali em direção à 200-SMA.

Por outro lado, os ursos sairão por cima se o preço cair e mergulhar abaixo de US$ 28.630. Isso pode resultar em um novo teste do suporte crucial em US$ 26.700.

ETH/USDT

O Ethereum (ETH) está em tendência de baixa, mas os touros estão tentando parar o declínio no suporte crucial de US$ 1.700. O preço se recuperou desse suporte em 28 de maio e os touros estão tentando aproveitar a recuperação em 29 de maio.

Gráfico diário ETH/USDT. Fonte: TradingView

O RSI está formando uma divergência de alta, indicando que a tendência de baixa pode estar enfraquecendo. Se os touros elevarem o preço acima da EMA de 20 dias (US$ 2.036), o par ETH/USDT poderá subir para a resistência de sobrecarga em US$ 2.159. Espera-se que os ursos defendam esse nível agressivamente. Se o preço cair dessa resistência, o par pode permanecer dentro do intervalo entre US$ 2.159 e US$ 1.700 por alguns dias.

Por outro lado, se o preço cair do nível atual ou da EMA de 20 dias, os ursos tentarão novamente afundar o par abaixo de US$ 1.700. Se eles tiverem sucesso, o par pode retomar sua tendência de baixa com o próximo grande suporte em US$ 1.300.

Gráfico de 4 horas ETH/USDT. Fonte: TradingView

A recuperação do suporte de US$ 1.700 atingiu a 20-EMA, onde os ursos podem montar uma forte defesa. Se o preço cair desse nível, isso pode aumentar as perspectivas de uma quebra abaixo de US$ 1.700. Se isso acontecer, a tendência de baixa pode ser retomada.

Por outro lado, se os touros empurrarem o preço acima da 20-EMA, o par pode subir para a 50-SMA. Esse nível pode novamente atuar como uma resistência, mas se os touros superarem esse obstáculo, o par poderá subir para a resistência psicológica em US$ 2.000.

XTZ/USDT

A Tezos (XTZ) está se consolidando em uma tendência de baixa. Embora os touros tenham empurrado o preço acima da EMA de 20 dias (US$ 2) em 24 de maio, eles não conseguiram sustentar a recuperação. O preço caiu abaixo da EMA de 20 dias em 26 de maio.

Gráfico diário XTZ/USDT. Fonte: TradingView

A EMA de 20 dias está se achatando e o RSI está acima de 46, sugerindo que a pressão de venda está diminuindo. Se os touros elevarem o preço acima da EMA de 20 dias, o par XTZ/USDT poderá subir em direção à SMA de 50 dias (US$ 2,45). Se essa resistência também ceder, os compradores tentarão empurrar o preço acima da linha de tendência de alta.

Por outro lado, se o preço cair do nível atual, isso sugerirá que os ursos continuem defendendo a EMA de 20 dias. Os vendedores tentarão afundar o par abaixo de US$ 1,75, o que pode abrir as portas para uma queda para US$ 1,64.

Gráfico de 4 horas XTZ/USDT . Fonte: TradingView

O gráfico de 4 horas mostra que a recuperação caiu da 200-SMA, mas o par saltou da linha de tendência de alta. Os touros elevaram o preço acima da 50-SMA e agora tentarão superar a resistência superior na 200-SMA. Se eles forem bem sucedidos, isso sugerirá o início de um movimento ascendente de curto prazo.

Alternativamente, se o preço cair do nível atual ou do 200-SMA, o par pode cair para a linha de tendência de alta. Uma quebra e fechamento abaixo desse suporte pode reduzir o preço para US$ 1,61.

KCS/USDT

O KuCoin Token (KCS) rompeu acima da EMA de 20 dias (US$ 15,61) em 20 de maio, mas os touros não conseguiram elevar o preço acima da SMA de 50 dias (US$ 17,19). Isso pode ter incentivado os traders de curto prazo a realizar lucros, o que reduziu o preço abaixo da EMA de 20 dias em 26 de maio.

Gráfico diário KCS/USDT. Fonte: TradingView

Os ursos não conseguiram aproveitar a vantagem e sustentar o preço abaixo da EMA de 20 dias, indicando uma forte pressão de compra dos touros em níveis mais baixos. Os compradores elevaram o preço acima da EMA de 20 dias em 29 de maio.

Se os touros sustentarem o preço acima da EMA de 20 dias, a possibilidade de um rompimento acima da SMA de 50 dias aumenta. Se isso acontecer, o par KCS/USDT pode subir para US$ 18,44 e, posteriormente, para a SMA de 200 dias (US$ 19,63).

Ao contrário dessa suposição, se o preço cair do nível atual, isso sugerirá que os traders estão vendendo as altas. Uma quebra e fechamento abaixo de US$ 14,92 pode abrir as portas para uma queda adicional para US$ 12,90.

Gráfico de 4 horas KCS/USDT. Fonte: TradingView

O par tem enfrentado forte resistência na 200-SMA, mas a correção superficial indica que os touros estão comprando as quedas menores. Se os touros elevarem o preço acima da 200-SMA, a próxima parada poderá ser de US$ 17,14. Um rompimento e fechamento acima desse nível pode iniciar a próxima etapa do movimento ascendente.

Por outro lado, se o preço cair da resistência de sobrecarga, os ursos podem puxar o par para o nível de retração de Fibonacci de 38,2% em US$ 14,20 e depois para o nível de retração de 50% em US$ 13,30. Esta zona provavelmente atuará como um forte suporte.

AAVE/USDT

O AAVE subiu para a EMA de 20 dias (US$ 101) em 23 de maio, mas os touros não conseguiram elevar o preço acima dela. Isso sugere que os ursos continuam defendendo o nível agressivamente. Um ponto positivo menor, no entanto, é que os compradores não cederam muito terreno.

Gráfico diário AAVE/USDT. Fonte: TradingView

Se o preço subir e ultrapassar a EMA de 20 dias, isso indicará o início de um rali de alívio mais forte. O par AAVE/USDT poderia então subir para a SMA de 50 dias (US$ 132), onde os ursos podem novamente montar uma forte defesa.

Alternativamente, se o preço cair do nível atual ou da EMA de 20 dias e quebrar abaixo de US$ 89, os touros de curto prazo, que podem ter comprado em níveis mais baixos, podem fechar suas posições. Isso poderia reduzir o preço para US$ 79 e, posteriormente, para US$ 64.

Gráfico de 4 horas AAVE/USDT. Fonte: TradingView

O gráfico de 4 horas mostra que o par oscila entre US$ 90 e US$ 110 há algum tempo. O 20-EMA e o 50-SMA estão planos e o RSI está logo acima do ponto médio, sugerindo um equilíbrio entre oferta e demanda.

Esse equilíbrio pode se inclinar a favor dos compradores se eles empurrarem e sustentarem o preço acima de US$ 110. Nesse caso, o par poderá subir para US$ 130 e depois para US$ 143. Por outro lado, se o preço cair abaixo de US$ 90, os ursos tomarão a dianteira. O par poderia então cair para US$ 80 e depois para US$ 70.

As opiniões e pontos de vista expressos aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões da Cointelegraph. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS



Source link

Share to...