3 razões pelas quais o Bitcoin está recuperando seu domínio no mercado de criptomoedas


O Bitcoin (BTC) está recuperando seu domínio perdido no mercado de criptomoedas, mesmo negociando quase 60% abaixo de seus recordes históricos.

Maior domínio do Bitcoin em 6 meses

O índice Bitcoin Market Dominance (BTC.D), uma métrica que pesa a capitalização de mercado do BTC em relação ao restante do mercado de criptomoedas, saltou para cerca de 47% em 27 de maio, o maior desde outubro de 2021.

O índice de dominância aumentou apesar da queda no valor de mercado do Bitcoin nos últimos seis meses, de US$ 1,3 trilhão em novembro de 2021 para quase US$ 550 bilhões em maio de 2022, sugerindo que os traders estavam mais confortáveis vendendo altcoins.

Vejamos três razões prováveis pelas quais os traders estão saindo do mercado de altcoins para buscar segurança no Bitcoin.

A narrativa da “Fusão” da Ethereum está esfriando

O token nativo da Ethereum (ETH), a maior criptomoeda alternativa por valor de mercado, testemunhou declínios consistentes em seu domínio de mercado nos últimos cinco meses – de 22,38% em dezembro de 2021 para 17,86% em maio de 2022.

A queda ocorre após dois anos de tendência de alta sustentada, com ETH/BTC subindo mais de 200% entre setembro de 2019 e dezembro de 2021.

Como o Cointelegraph relatou, o Ether superou o Bitcoin nos últimos anos, em grande parte devido ao hype em torno de sua tão esperada atualização de protocolo, chamada “Fusão” (Merge, em inglês), que espera tornar o Ethereum mais escalonável e menos caro.

Mas a atualização, que visa fazer a transição do blockchain da Ethereum de prova de trabalho para prova de participação – uma contraparte conhecida como Beacon Chain – enfrentou atrasos repetidos em seu lançamento.

Recentemente, Martin Köppelmann, cofundador da cadeia Gnosis compatível com Ethereum Virtual Machine (EVM), destacou uma reorganização de sete blocos na Beacon Chain, o que significa que a cadeia foi brevemente “bifurcada” em sua fase de teste.

A cadeia de beacon Ethereum passou por uma reorganização profunda de 7 blocos ~ 2,5 horas atrás. Isso mostra que a atual estratégia de atestado de nós deve ser reconsiderada para resultar em uma cadeia mais estável! (propostas já existem) 

— Martin Köppelmann (@koeppelmann) 25 de maio de 2022

O Ether caiu quase 13,5% em relação ao dólar americano após a revelação em 25 de maio, enquanto o ETH/BTC caiu para 0,059, o menor em seis meses.

A Ethereum carece de narrativas para elevar o preço do ETH após passar pela atualização da Fusão, observou OxHamZ, analista de mercado independente, dizendo que os investidores já “precificaram” o hype de atualização da rede.

Qual é a narrativa para possuir ETH após a fusão?

Todos os KPIs estão inativos

Carteiras ativas estagnadas
O hype da NFT morreu
Volumes de negociação de LP com tendência ruim
Diminuição da liquidez nas stables
Crescimento da canibalização de L2 (h/t @TaschaLabs)

O ETH caiu 50%, mas o valor de seu espaço de bloco também caiu

— 0xHamZ (@0xHamz) 25 de maio de 2022

LUNA a zero

A força renovada do mercado de criptomoedas do Bitcoin também surge devido ao colapso do mercado Terra (LUNA).

LUNA/BTC, um instrumento financeiro que rastreia a força do token Terra em relação ao Bitcoin, caiu 99,99% para 0,00000004 em maio, o que o tornou praticamente inútil.

Enquanto isso, o LUNA caiu de forma semelhante em relação ao dólar, aumentando as expectativas de que os traders descartaram o token para buscar segurança em BTC e dinheiro.

O valor de mercado do LUNA antes do crash mortal de maio era de US$ 40,88 bilhões.

Altszn ded

No geral, o mercado de altcoins, contendo desde projetos de blockchain de grande capitalização até criptoativos iniciantes, caiu quase 65% seis meses depois de atingir quase US$ 1,7 trilhão.

Uma análise mais profunda de alguns tokens mostra que – ao contrário do Bitcoin – a maioria caiu mais de 80% em relação aos seus máximos de todos os tempos, sugerindo uma saída geral do investidor de altcoins para o dinheiro, stablecoins ou BTC.

Isso ocorre principalmente porque o Bitcoin não é apenas a blockchain mais antiga, mas se mantém por conta própria sem nenhuma autoridade central.

Ninguém controla a rede #bitcoin.

— CZ Binance (@cz_binance) 26 de maio de 2022

Historicamente, o domínio do Bitcoin cai durante os mercados de alta de criptomoedas à medida que ondas de novos tokens surgem durante a fase de mania.

Por exemplo, a duração do infame pump de oferta inicial de moedas (ICO) coincidiu com a queda do BTC.D de quase 96% em janeiro de 2017 para 35% em janeiro de 2018.

Então, o crash de março de 2020 foi o início do hype de DeFi e token não fungível (NFT), impulsionado ainda mais pela flexibilização quantitativa do Federal Reserve.

Portanto, se o domínio do mercado do Bitcoin realmente atingir o fundo do poço, ele poderá se alinhar novamente com um fundo macro no preço do Bitcoin e, possivelmente, o início de uma nova fase de mercado em alta nos próximos meses.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS:





Source link

Share to...