Bitcoin ‘bom para subir’ após o preço do BTC atingir o menor valor desde o crash do Terra


O Bitcoin (BTC) se recuperou de uma grande queda na abertura de Wall Street em 26 de maio, já que o mercado esgotou rapidamente o suporte de compra.

Gráfico diário de BTC/USD (Bitstamp). Fonte: TradingView

Volume de Bitcoin aumenta, com mais na expectativa

Dados do Cointelegraph Markets Pro e TradingView mostraram que o par BTC/USD caiu para US$ 28.000 na Bitstamp – o menor desde 12 de maio e a implosão do Terra LUNA.

O progresso já havia acelerado para o lado negativo no dia, culminando em uma captura de liquidez que enviou liquidações de BTC de 24 horas para US$ 117 milhões.

Gráfico de liquidações do BTC. Fonte: Coinglass

Um salto subsequente teve uma recuperação acima de US$ 29.000, onde o Bitcoin era negociado no momento da redação.

Para o colaborador do Cointelegraph, Michaël van de Poppe, a investida para preencher as ordens foi suficiente para garantir uma nova vantagem.

Agora estamos prontos para subir, pois toda a liquidez é levada para o lado negativo.

Vamos lá!

— Michaël van de Poppe (@CryptoMichNL) 26 de maio de 2022

Ele acrescentou que suas metas existentes para BTC/USD – US$ 32.800 e US$ 35.000 – permaneceram em vigor.

Enquanto isso, analisando os dados do livro de ordens, o recurso de monitoramento on-chain Material Indicators alertou que, dada a pouca liquidez que permanece em níveis mais baixos, uma queda futura pode encontrar menos resistência.

“Estamos vendo MUITA liquidez do Bitcoin mudando de mãos hoje. Em todos os lugares em que uma parede de lances aparece, ela é absorvida”, disse aos seguidores do Twitter ao lado de um gráfico da grande exchange Binance.

“Atualmente, não há mais paredes de lances enormes e há apenas ~ US$ 122 milhões entre US$ 28k – US$ 25k. Esperando ver mais movimento do BTC on-chain.”

Gráfico do livro de ordens de BTC/USD (Binance). Fonte: Material Indicators/ Twitter

A conta de negociação Il Capo of Crypto, continuando com uma perspectiva conservadora sobre a ação do preço de curto prazo, previu que o salto atual seria a “última armadilha para touros” antes de um retorno a US$ 25.000 com base no desempenho do livro de ordens.

O dia 26 de maio se destacou dos demais dias de negociação durante a semana, graças ao retorno do volume aos mercados BTC/USD. Como o Cointelegraph relatou, sua ausência estava se tornando uma fonte de preocupação para os analistas.

O “gráfico mais importante” do Bitcoin dá esperança de recuperação

Lançando a rede mais longe, os comentaristas do mercado estavam ansiosos para ver sinais de uma mudança geral na tendência do Bitcoin.

Para o popular analista Root, esses sinais vieram do comportamento do detentor de longo prazo (LTHs) no dia.

De acordo com dados on-chain, os LTHs estavam finalmente diminuindo as vendas de BTC, como mostrado pelo nivelamento de sua base de custo. A base de custo refere-se ao preço pelo qual as contas LTH compraram BTC no agregado e, quando cai, reflete a resolução LTH em declínio.

Comentando no tópico do Twitter, Root descreveu os dados como “talvez o gráfico mais importante do BTC atualmente”.

“Nos últimos meses, tivemos a capitulação dos LTH ⁠ – mostrada pela base de custo dos LTH em rápida queda”, escreveu.

“Um aumento é o primeiro sinal de que os LTHs podem ter parado de capitular! Nota: sinal inicial, mas finalmente uma mudança na tendência!”

Ele acrescentou que as entidades LTH que vendem foram aquelas que compraram BTC no topo e que as vendas, portanto, tinham uma qualidade capitulatória para elas.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph.com. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco, você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

VEJA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...