Exchanges apoiam o ‘plano de renascimento do Terra 2.0’ por meio de airdrops, listagem, recompra e queima



A queda do Terra abalou todo o mercado de criptomoedas. No entanto, o projeto não tem planos de ficar parado, tendo garantido o apoio das exchanges de criptomoedas para ajudá-lo a se reconstruir.

Em um anúncio na quinta-feira (26/05), o Terra forneceu detalhes sobre um airdrop do novo token nativo para sua nova blockchain apelidada de Terra 2.0. A distribuição de tokens prosseguirá na sexta-feira (27/05), e os detentores de Terra Luna Classic (LUNC), TerraUSD Classic (USTC) e Anchor Protocol UST (aUST) que são elegíveis receberão novos tokens

As exchanges de criptomoedas Binance e FTX observaram que estão trabalhando em estreita colaboração com a equipe do Terra em relação ao próximo airdrop. A Binance afirmou que visa ajudar os usuários afetados na plataforma, ajudando o Terra com o plano de recuperação.

A FTX anunciou que apoiará o airdrop e interromperá temporariamente os mercados LUNA e UST durante a migração. A equipe do Terra disse que, além da Binance e da FTX, também está trabalhando em estreita colaboração com mais exchanges parceiras que apoiarão o airdrop.

Além do airdrop, muitas exchanges de criptomoedas, como a KuCoin, também expressaram suporte ao Terra 2.0, apoiando a migração, listagem e negociação dos novos tokens Terra em suas plataformas.

No entanto, nem todas as exchanges estão ansiosas para listar os novos tokens. Em um comunicado, um porta-voz da exchange de criptomoedas BitMEX disse ao Cointelegraph que atualmente não há planos para listar os novos tokens Terra. Eles explicaram:

“Listamos tokens para negociação à vista com base em vários fatores, incluindo que temos uma solução de custódia para esse token específico. Como tal, não temos planos neste momento de listar o LUNA para o mercado à vista.”

Quanto aos contratos de derivativos, o porta-voz disse que a exchange precisa garantir que haja um “índice de referência confiável” antes de poder considerar contratos no novo token LUNA.

Enquanto isso, nem todos estão prontos para passar totalmente para a nova cadeia. Apesar da posição do fundador da Terra, Do Kwon, contra a queima da oferta circulante da LUNA, os usuários da plataforma de negociação de criptomoedas MEXC Global votaram para iniciar recompras e queima no mercado secundário do Terra. Usando as taxas de negociação coletadas do novo par de negociação à vista LUNA/USDT em sua plataforma, a MEXC se comprometeu com um processo de recompra e queima de um mês.

VEJA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...