Estrategista vê novas altas do Bitcoin e Ethereum e ensina ‘pulo do gato’ para investidores não caírem em armadilha



Bastante usada no cotidiano, a expressão “presente de grego” se refere ao recebimento de uma  prenda que se reverte em prejuízo à pessoa presenteada. O termo faz referência a um episódio contado na obra Ilíada, de Homero: o de um grande cavalo de madeira deixado pelos gregos junto à muralha de Troia, supostamente como presente. O “Cavalo de Troia”, na verdade, escondia soldados gregos levados para dentro da cidade pelos próprios troianos, que acabariam surpreendidos durante a noite. 

Em tempos de criptomoedas, os investidores precisam estar atentos para diferenciar as oportunidades dos “presentes de gregos” camuflados como possibilidades de ganhos. Esta é a razão pela qual o especialista de pseudônimo Pentoshi se mostrou otimista e, ao mesmo tempo, receoso com possíveis sinais de alta do Bitcoin (BTC) e do Ether (ETH).

No que se refere ao Bitcoin, negociado pouco acima dos US$ 30,1 mil na tarde desta quarta-feira (1) segundo o mapeamento do CoinMarketCap, o estrategista disse aos seus quase 560 mil seguidores no Twitter que acredita na possibilidade de a criptomoeda alcançar a resistência de US$ 35 mil no curto prazo, o que representaria pouco mais de 16% em relação à cotação atual. 

“Pessoalmente, acho que este é o caminho para o BTC se as coisas correrem bem. US$ 33.000 a US$ 35.000 de alta e depois de volta aos mínimos.
Como o que eu vejo como a maior probabilidade atualmente”, disse. 

Pentoshi também fez uma projeção semelhante à rede líder dos contratos inteligentes. Para ele, o alvo de curto prazo do Ether é US$ 2250, o que representaria uma alta de quase 22% em relação aos US$ 1845 pelos quais o ETH era trocado de mãos. 

Os investidores precisam ficar atentos para a relativa uniformidade do mercado de baixa, que remete à certa previsibilidade no que diz respeito a altas sem sustentabilidade, pelo que se pode concluir nas colocações de Pentoshi, que chamou a atenção para a regularidade entre as oscilações de alta e baixa.

Na prática, a possível nova alta cogitada por Pentoshi, dependendo do momento de entrada dos investidores,  pode ser uma armadilha para os menos atentos, normalmente atraídos para a compra. Como se referiu o estrategista, os “Cavalos de Troia” costumam atrair traders varejistas que compram a alta na esperança da continuidade da valorização. 

“Agora que estamos obtendo os ralis do mercado em baixa, conforme discutido, é importante lembrá-los pelo que são no final do dia. Cavalos de Troia projetados para extrair valor dos participantes. Essa é a mentalidade para abordá-los, na minha opinião.” 

Ele ainda avaliou a manutenção do nível de suporte de outras duas criptomoedas nos últimos dias e argumentou que os gráficos demonstravam um pessimismo excessivos dos investidores sobre elas, duas rivais da Ethereum, conforme noticiou o Cointelegraph Brasil.

O Cointelegraph Brasil não endossa nenhum conteúdo ou produto nesta página. Embora tenhamos o objetivo de fornecer todas as informações importantes que possamos obter, os leitores devem fazer suas próprias pesquisas antes de tomar quaisquer ações relacionadas à empresa e assumir a total responsabilidade por suas decisões, nem este artigo pode ser considerado como um conselho de investimento.

LEIA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...