CFTC processa a Gemini alegando que a exchange de criptomoedas mentiu na avaliação do contrato de futuros



A Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos Estados Unidos (CFTC) entrou com uma ação contra a Gemini Trust Co. no Tribunal Distrital Sul dos EUA de Nova York na quinta-feira (02/06). A CFTC alegou na ação civil que a Gemini fez declarações falsas ou enganosas à CFTC em 2017 durante reuniões presenciais e em documentos, violando a Lei de Troca de Mercadorias e outros regulamentos.

A agência estava fazendo uma avaliação da potencial autocertificação de um contrato futuro de Bitcoin (BTC) com base no preço à vista do Bitcoin determinado por um leilão realizado na plataforma de negociação de ativos digitais da Gemini.

A CFTC estava considerando se o contrato futuro de Bitcoin proposto seria suscetível a manipulação. O contrato de futuros de Bitcoin proposto estaria entre os primeiros contratos de futuros de ativos digitais listados.

A Gemini é a plataforma de negociação de criptomoedas fundada pelos irmãos Cameron e Tyler Winklevoss. Ela anunciou cortes de pessoal na quinta-feira e está se preparando para demitir 10% de seus funcionários devido à desaceleração do mercado de criptomoedas.

A CFTC disse em comunicado que está buscando a devolução de ganhos ilícitos, penalidades monetárias e liminares relacionadas ao registro e negociação e contra outras violações da Lei de Troca de Mercadorias.

“Esta ação de fiscalização envia uma forte mensagem de que a Comissão agirá para salvaguardar a integridade do processo de supervisão do mercado”, disse a diretora interina de fiscalização da CFTC, Gretchen Lowe, no comunicado.

A Gemini disse ao Cointelegraph em um comunicado:

“A Gemini tem sido pioneira e proponente de uma regulamentação cuidadosa desde o primeiro dia. Temos um histórico de oito anos pedindo permissão, não perdão, e sempre fazendo a coisa certa. Estamos ansiosos para provar isso definitivamente no tribunal.”

Os futuros de Bitcoin começaram a ser negociados na CBOE em 10 de dezembro de 2017, com base no preço da criptomoeda na bolsa Gemini.

VEJA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...