Virou rotina? Preço do Solana cai após nova falha na rede


A rede Solana não está tendo um bom ano, tendo sofrido quedas totais ou parciais pelo menos sete vezes nos últimos 12 meses.

Um bug deixou a blockchain Solana offline novamente, pois a produção de blocos foi interrompida às 11h55 de Brasília na quarta-feira. Essa última interrupção durou cerca de quatro horas e meia, pois os operadores do validador conseguiram reiniciar a rede principal por volta das 18h00, de acordo com o relatório do incidente.

Os operadores do validador concluíram com sucesso uma reinicialização do cluster da Mainnet Beta às 21:00 UTC, após uma interrupção de aproximadamente 4 horas e meia depois que a rede não conseguiu chegar a um consenso. As operadoras de rede e os dapps continuarão a restaurar os serviços a clientes nas próximas horas.

— Status Solana (@SolanaStatus) 1º de junho de 2022

O cofundador da Solana Labs, Anatoly Yakovenko, explicou o que aconteceu em um tweet:

“Instrução de nonce durável fez com que parte da rede considerasse que o bloco é inválido, nenhum consenso pode ser formado.”

“Durable transaction nonce” refere-se a um mecanismo que aborda o tempo de vida curto típico de um hash de bloco de transação de acordo com a documentação oficial da Solana. Um bug no recurso fez com que os nós gerassem saídas diferentes, resultando em falha de consenso, o que acabou causando o último período de inatividade.

A rede foi reiniciada com esse recurso desativado, e Yakovenko acrescentou que as correções para o bug “serão lançadas o mais rápido possível”.

Naturalmente, houve uma grande reação da comunidade com comentários como este preenchendo o feed:

“Se ajeite, Solana. Já deveríamos ter superado isso. Eu acredito muito, mas estou até duvidando neste momento.”

O trader de criptomoedas da CNBC e CEO da Onchain Capital, Ran Neuner, simplesmente brincou:

Os preços do SOL sofreram um grande impacto, caindo quase 14% nas últimas 12 horas, em uma queda abaixo de US$ 40, de acordo com a CoinGecko. O token nativo da rede agora caiu 85% em relação à alta histórica de US$ 260 em novembro de 2021, e está prestes a sair do top 10 por capitalização de mercado.

A Solana, que costuma ser apelidado de “assassina de Ethereum”, esteve total ou parcialmente offline pelo menos sete vezes desde setembro de 2021, quando sofreu interrupções relacionadas a ataques de negação de serviço duas vezes no mesmo mês, de acordo com o rastreador de tempo de atividade da rede.

A blockchain foi atormentada por problemas em janeiro, quando sofreu interrupções de serviço e desempenho degradado por nove dias dos 31 do mês. Transações duplicadas foram responsabilizadas pela segunda interrupção em janeiro. No final de abril e início de maio, a Solana ficou inativa novamente por quase oito horas devido a bots de cunhagem de token não fungíveis sobrecarregando a rede.

Além disso, o relógio blockchain da Solana é lento e está 30 minutos atrasado em relação ao tempo real. A página de status informa: “O tempo na cadeia continua atrasado em relação aos relógios de parede, devido aos tempos de bloco (block times) mais longos do que o normal”.

LEIA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...