3 razões pelas quais o preço do Ethereum está fixado abaixo de US$ 2.000


A estrutura de mercado do Ether (ETH) continua em baixa, apesar da tentativa fracassada de romper a resistência do canal descendente em US$ 2.000 em 31 de maio. Essa formação de preço de três semanas pode significar que um eventual novo teste do suporte de US$ 1.700 está em andamento.

Do lado não-cripto, vários fatores relacionados a ações estão se traduzindo em sentimento negativo no mercado de criptomoedas. Esta semana, a Microsoft (MSFT) reduziu suas perspectivas de lucro e receita, citando condições macroeconômicas desafiadoras. O Federal Reserve dos EUA sinalizou em seu periódico “Beige Book” (“Livro Bege”) que a atividade econômica pode ter esfriado em algumas partes do país e o Fed está prestes a reduzir sua carteira de ativos de US$ 9 trilhões para combater a inflação persistente.

Pelo lado positivo, uma pesquisa com investidores institucionais publicada pela revista The Economist mostrou que 85% dos entrevistados concordaram que criptomoedas de código aberto como Bitcoin (BTC) ou Ether (ETH) são úteis como diversificadores no portfólio ou contas do tesouro.

Do ponto de vista macroeconômico, os investidores ainda são avessos ao risco, o que pode se traduzir em um apetite reduzido por criptomoedas.

Ethereum ainda tem uma montanha para escalar

O valor total alocado da rede Ethereum (TVL), a quantidade total de ativos depositados na rede, caiu 5,5% desde que o Ether começou sua tendência de queda há três semanas.

O TVL da rede atingiu o pico de 28,7 bilhões de Ether em 10 de maio e atualmente está em 27,1 milhões. Os depósitos de finanças descentralizadas (DeFi) foram profundamente impactados pelo crash do USD Terra (UST) — agora conhecido como TerraUSD Classic (USTC) — em 10 de maio. Considerando tudo, o indicador mostra uma queda moderada, o que é esperado após tal evento inédito.

Para entender como os traders profissionais estão posicionados, vejamos os dados do mercado de futuros do Ether. Os futuros trimestrais são os instrumentos preferidos das baleias e das mesas de arbitragem devido à falta de uma taxa de financiamento flutuante.

Esses contratos de mês fixo geralmente são negociados com um prêmio de 5% a 12% nos mercados à vista, indicando que os vendedores solicitam mais dinheiro para reter a liquidação por mais tempo. Essa situação também é comum em ativos tradicionais, como ações e commodities.

No mês passado, o prêmio dos contratos futuros do Ether permaneceu próximo a 3%, o que está abaixo do limite de mercado neutro de 5%. A falta de demanda de alavancagem dos compradores é evidente, pois o atual indicador de base de 2,5% permanece abatido, apesar do desempenho negativo de 24% do Ether em três semanas.

O medo de uma desaceleração global continua a afetar os preços das criptomoedas

A queda do Ether para US$ 1.700 em 27 de maio drenou qualquer sentimento de alta e, mais importante, causou US$ 235 milhões em liquidações de contratos futuros de alavancagem. Embora o preço do Ether tenha testado a resistência de US$ 2.000 em 31 de maio, não há evidências de força de derivativos ou depósitos DeFi, de acordo com a métrica de TVL.

Como o foco dos investidores permanece nos mercados tradicionais e nos impactos da piora das condições macroeconômicas globais, há pouca esperança de um preço sustentável do Ether desvinculado para o lado positivo.

As visões e opiniões expressas aqui são exclusivamente do autor e não refletem necessariamente as opiniões do Cointelegraph. Cada movimento de investimento e negociação envolve risco. Você deve realizar sua própria pesquisa ao tomar uma decisão.

LEIA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...