Bitso se associa à Zetta, Gol preserva floresta comprando token MCO2 e fintech Colb arrecada US$ 2,6 milhões



A Bitso anunciou nesta semana sua entrada na Zetta, associação que integra o ecossistema de tecnologia e finanças, de forma a fomentar um ambiente econômico local que promova maior inclusão financeira e inovação aos brasileiros.

“Cada vez mais brasileiros recorrem aos criptoativos não apenas como investimento com rendimentos atraentes ou em busca de mais estabilidade em cenários de inflação, mas principalmente, diante da possibilidade crescente de poderem usar suas criptomoedas no dia a dia, para pagamentos e transações cotidianas. É essencial capacitarmos as pessoas para que possam investir com clareza e segurança”, comenta a nova Head de Políticas Públicas da Bitso no Brasil, Karen Duque.

Segundo a Bitso a entrada na Zetta reforça o compromisso da empresa em liderar os esforços para avançar na construção de um ambiente regulatório adequado ao mercado nacional, visando ajudar a proteger os investimentos de todos aqueles que desejem adquirir e usar seus criptoativos.

“Estamos honrados em receber a Bitso, uma importante empresa que fortalece o nosso grupo de associadas. Essa associação não poderia ocorrer em melhor momento, quando estamos todos unidos para o fortalecimento do setor para a célere aprovação do marco regulatório das criptomoedas na Câmara Federal. As fintechs, certamente, têm um potencial significativo no avanço do mercado de moedas digitais no país”, declara o presidente da Zetta, Bruno Magrani.

Gol preserva floresta comprando token MCO2

A Gol, uma da maiores companhias aéreas do Brasil, anunciou que em um ano de parceria com a MOSS, dentro do programa #MeuVooCompensa, foram compensadas mais de 7 toneladas de CO2 pelos clientes, o equivalente a 36 hectares de florestas preservadas – ou ainda a 12 campos de futebol de natureza nativa em solo brasileiro mantida intacta.

A compensação de carbono em voos nacionais e internacionais da GOL é realizada por meio do MCO2, um token verde totalmente global lastreado em blockchain, criado pela Moss.

Outra iniciativa das empresas nestes 12 meses foi o lançamento das primeiras rotas 100% carbono neutro do Brasil: Recife-Fernando de Noronha-Recife e também da rota que liga São Paulo/Congonhas a um dos mais novos destinos da empresa, Bonito, paraíso do ecoturismo no Mato Grosso do Sul, que inclusive já nasceu 100% carbono neutro.

Nos casos de Noronha e Bonito – não por acaso destinos sustentáveis – funciona dessa forma: a GOL e a Moss assumem o custo da compensação total de todos os voos, e doam a todos os clientes e à tripulação presentes em ambas as rotas o certificado da compensação individual da pegada carbônica, neutralizando assim as emissões totais nos trechos de ida e volta.

“É muito gratificante saber que as operações da Companhia em Bonito e Fernando de Noronha representam uma experiência de viagem com impacto neutro nas mudanças climáticas e nas emissões”, afirma Loraine Ricino, diretora de Marketing e ESG da GOL.

Luis Felipe Adaime, fundador e CEO da Moss, explica que toda a verba é revertida a projetos ambientais no Brasil.

“Desde que criamos a Moss, há dois anos, já destinamos mais de R$ 150 milhões para projetos de conservação da Floresta Amazônica. Nossa parceria com a GOL nos ajuda a alcançar cada vez mais pessoas e a ampliar os projetos ambientais que beneficiamos”, diz.

Fintech Colb arrecada US$ 2,6 milhões

A fintech de blockchain, Colb Finance, comandada pelo brasileiro Yulgan Lira, levantou US$ 2,6 milhões em uma rodada de financimento na Suiça. Com o recurso a emrpesa pretende ampliar suas operações investindo na ampliação da equipe, tecnologia, marketing e serviços de comunicação.

A rodada foi lideradas por investidores privados e family offices da Suíça, Mônaco, Portugal, Reino Unido e Brasil. A Colb é uma plataforma de contrato inteligente que visa permitir o acesso a fundos de investimento por meio de tokenização.

Atualmente, a empresa está focada em melhorar a experiência do usuário de sua plataforma e disponibilizar mais tokens vinculados a fundos.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...