Dados revelam falta de correlação entre o Bitcoin e Índice de Atividade Industrial (DJI)


O Índice de Atividade Industrial (DJI) é o índice de ações original da América do Norte e ainda é o mais conhecido. Criado em 1896 para rastrear 12 dos maiores nomes corporativos do país, o índice hoje consiste em 30 ações de primeira linha.

O cenário macroeconômico é inflacionário e os dados sobre a economia americana indicam longo período inflacionário, aumento progressivo das taxas de juros e por conseguinte um cenário recessivo para a maior economia do mundo. O Fed está sob pressão para reduzir decisivamente uma taxa de inflação que está em mais de três vezes sua meta de 2% e causou um salto no custo de vida dos americanos. O Fed, portanto, enfrenta uma tarefa difícil que é amortecer a demanda o suficiente para conter a inflação sem causar uma recessão e assim a atividade ‘industrial’ americana é um termômetro do que será visto nos próximos meses.

Fonte: CNBC

Mercado de ações: medo, incertezas e mais dúvidas

O mercado de ações continua a ser atingido após o rali de meados de março. Segundo dados preliminares, divulgados pelo Yahoo! Finance, o S&P 500 perdeu 24,52 pontos, ou 0,59%, para 4.133,72 pontos, enquanto o Nasdaq Composite perdeu 48,62 pontos, ou 0,40%, para 12.082,51. O Dow Jones Industrial Average caiu 190,80 pontos, ou 0,57%, para 33.006,27. Aqui estão os retornos acumulados no ano para cada um dos principais índices dos EUA:

  • Dow Jones $ DJX: -9,4%
  • S&P 500 $SPX: -13,5%
  • Nasdaq-100 $NDX: -22,2%
  • Russell 2000 $ RUT: -18%

Cada um dos índices vem apresentando algumas altas, mas no conjunto, mais baixas que altas, a indicação oficial de que o mercado está rolando e se deteriorando. 

O Bitcoin (BTC), pela nona semana consecutiva, registrou velas cadentes e performando muito mal, mas acabou rompendo as quedas nesta semana. No cenário macro, percebe-se um descolamento do desempenho perante a economia real e o Índice de Atividade Industrial.

Fonte: Tradingview

Em meio à pressão de todo o mercado, o Bitcoin e as criptomoedas não ficaram imunes à volatilidade negativa. 

Mas os fundamentos continuam os mesmo e em um cenário inflacionário para as moedas nacionais, é importante saber que o Bitcoin segue sua trajetória anti-inflacionária e em breve pode se consolidar definitivamente como uma reserva de valor, como previsto desde sua criação.

LEIA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...