Exchange de criptomoedas Binance faz pedido por licenças nas Filipinas, diz CEO



Changpeng Zhao, CEO da plataforma de negociação de criptomoedas Binance, compartilhou planos para adquirir duas licenças críticas para as operações da empresa nas Filipinas.

Em uma coletiva de imprensa em Manila, o CEO da Binance mencionou que a exchange está buscando obter a licença de provedor de serviços de ativos virtuais (VASP), que permite que a plataforma facilite legalmente a troca de ativos digitais e a conversão de criptomoedas para o peso filipino.

Além do VASP, Zhao também observou que a plataforma de negociação está trabalhando para adquirir uma licença de emissor de moeda eletrônica do Banco Central das Filipinas. Esta licença permitirá que a Binance emita dinheiro eletrônico.

O CEO da Binance falou sobre os planos de expandir as operações do país. De acordo com Zhao, a empresa busca formar parcerias e investir em bancos que operam nas Filipinas. Ele disse:

“Estamos interessados ​​em investir em centros de serviços financeiros tradicionais, incluindo provedores de serviços de pagamento, bancos […] queremos ajudar a trazer esses negócios para o mundo blockchain.”

Zhao destacou que a decisão da exchange de ampliar sua presença no país se deve a desenvolvimentos locais em termos de serviços de pagamento e ao avançado “entendimento de criptomoedas” do país.

Zhao também observou suas frustrações com o recente relatório da Reuters sobre a exchange. Ele disse que o meio de comunicação “apenas relatou rumores e não forneceu nenhuma evidência de apoio”. Ele também pediu ao público que não acreditasse nos rumores e garantiu que a empresa não está envolvida em atividades ilícitas.

Dois dias atrás, a exchange publicou uma postagem no blog para abordar as alegações feitas pela Reuters. Dentro do post, a exchange reagiu à plataforma de notícias, dizendo que o artigo foi criado para espalhar desinformação.

VEJA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...