‘É loucura não comprar essa criptomoeda agora’, diz analista indicando 1 cripto para comprar e 1 cripto para esquecer


O Bitcoin (BTC) continua negociando lateralmente na faixa de US$ 29 mil a US$ 31 mil sem que os touros demonstrem força para elevar o principal criptoativo do mercado para além da resistências.

Segundo Rich Blake, consultor financeiro da Uphold, parte deste desempenho do BTC está relacionado com a correlação do mercado de criptomoedas com o mercado de ações e, como há uma fuga dos investidores em relação aos ativos de risco isso irá continuar a afetar os criptoativos.

“A correlação contínua do BTC com os mercados de ações agitados por macroforças acabou com o otimismo e provocou frustração em um momento em que a criptomoeda parece estar perdendo a oportunidade perfeita de demonstrar seu papel esquecido como proteção contra a inflação. À medida que o aperto monetário se acelera em todo o mundo, as ações, no curto prazo, ainda estão vulneráveis ​​a baixas mais baixas, observando sinais indicadores de um mercado cíclico em baixa.”, disse.

Na mesma linha os analistas da BEQUANT, mostram que a queda das criptomoedas em maio, que a empresa chamou de “Manic May”, não deve ser revertida em junho já que o mercado ainda não digeriu totalmente os desastres do UST-LUNA.

“Era esperado que a Luna Guard Foundation usasse suas reservas de BTC para defender a stablecoin e isso não ocorreu”

Fornecimento de stablecoin​​​​

Ainda segundo Emiliano Bruno, um subproduto da turbulência algorítmica da stablecoin foi o de-risking e a redução líquida na exposição da stablecoin, com o Tether centralizado (USDT), visto como o mais arriscado, enfrentando quase US$ 10 bilhões em resgates, pois brevemente também perdeu sua correlação com o dólar.

“Stablecoins centralizados como USDT e USD Coin (USDC) são atrelados 1:1 ao USD e destinam-se a manter reservas para apoiar cada moeda, mas o Tether tem a menor exposição a dinheiro e reservas em dólar”, apontou.

O analista também aponta que o número de endereços de bitcoin com lucro atingiu mínimos não vistos desde março de 2020, depois de atingir alturas vertiginosas no ano passado.

“O baixo nível de endereços in-the-money aponta para a capitulação, tendo em conta que baixas mais baixas foram observadas nos mercados em baixa de 2015 (30%) e 2018 (45%).”, disse.

Regulamentação do Bitcoin nos EUA

Outro fator que vem impactando o mercado de criptomoedas é a proposta de regulamentação dos criptoativos nos EUA que joga dúvidas sobre como as regras podem prejudicar o desenvolvimento da industria e impactar os usuários.

Chris Terry, membro do conselho da BPSAA e vice-presidente de soluções corporativas da SmartFi, aponta que o que é interessante sobre o “Lummis-Gillibrand Responsible Financial Innovation Act” são as coisas sobre as quais a maioria da imprensa não está falando, como a Seção 505 – seu direito de possuir suas próprias chaves ou a Seção 502 Definição de código-fonte.

“Eles discutem Defi na Seção 805 e até mesmo o Yuan Digital na Seção 603. Isso mostra que esses dois senadores têm um profundo conhecimento da tecnologia de criptomoeda e blockchain. Sinceramente, fiquei muito impressionado com o Bill. O desafio será fazer com que o resto do Congresso aja sobre isso. Se este projeto de lei fosse aprovado como está, seria maravilhoso para nossa indústria e colocaria claramente os Estados Unidos em uma posição de liderança.”, disse.

Já Mikkel Morch, diretor executivo da ARK36, destaca que em todo este cenário o anuncio do PayPal que agora permitirá que os usuários transfiram criptomoedas, incluindo Bitcoin para carteiras externas, é uma boa notícia e mostra que no longo prazo a tese fundamental dos criptoativos não mudou.

“Grandes empresas de fintech e pagamentos, como PayPal ou Robinhood, estão integrando cada vez mais criptomoedas em seus serviços, apesar das condições de mercado em baixa. Isso é significativo porque mostra que a demanda popular por maneiras novas e mais fáceis de acessar criptomoedas é mais forte do que nunca”, afirma.

Ainda segundo ele, isso mostra que claramente, os usuários estão se concentrando não apenas no aspecto especulativo das criptomoedas, mas também na inovação que elas oferecem em termos de pagamentos e transações.

“Portanto, a adoção convencional de criptomoedas está acelerando mesmo em um mercado em baixa e – quando as condições macroeconômicas mais amplas estiverem corretas – inevitavelmente se refletirá no preço desses ativos também.”, afirmou.

1 cripto para comprar e 1 cripto para esquecer

Diante de todo este cenário e do potencial das criptomoedas no longo prazo o analista Tasso Lago gestor de fundos privados e fundador da Financial Move, destacou 1 criptomoeda que os investidores devem comprar e outra que eles devem esquecer, pelo menos no curto prazo.

Para ele os investidores não podem perder a oportunidade de comprar Ethereum (ETH) agora. Segundo ele, embora tenha concluído com sucesso a atualização na testnet o Ethereum ainda possui um gráfico pronto para a alta e atualmente está dentro de um triângulo descendente (formação gráfica baixista). 

“Está com sinais mistos, pois apresenta uma divergência altista nos seus indicadores. Somando o fato de estar em um importante suporte dos U$ 1700, acredito que possamos ver um movimento altista em breve em direção aos U$ 2100 e posteriormente U$ 2380. Suportes fortes na região dos U$ 1400 – U$ 1700.  É loucura não pensar em comprar ethereum para HOLD nessa faixa de preço (compra de médio prazo)”, afirma.

Já em relação a Binance Coin (BNB) o analista destaca que o BNB está, neste momento, sendo investigada pela SEC sobre ser um security token. Isso gera  um temor no mercado frente aos possíveis desdobramentos (igual vimos na Ripple até hoje).

“Por isso, seguimos em um viés mais baixista buscando aproveitar caso o preço venha a colapsar com a pressão de venda. Níveis de atenção U$ 260 e posteriormente U$ 225”, finaliza.

LEIA MAIS

“Isenção de responsabilidade: As informações e/ou opiniões expressas neste artigo não representam necessariamente os pontos de vista ou a linha editorial do Cointelegraph. As informações aqui apresentadas não devem ser tomadas como aconselhamento financeiro ou recomendação de investimento. Todo investimento e movimento comercial implicam riscos e é responsabilidade de cada pessoa fazer a devida pesquisa antes de tomar uma decisão de investimento.”

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...