As supostas retiradas de US$ 80 milhões de Do Kwon antes das consequências da Terra desencadearem reações mistas



Relatos de que o fundador do Terra (o novo LUNA ou LUNA2 ), Do Kwon, supostamente retirou US$ 80 milhões mensais antes do projeto travar na sexta-feira, levou membros da comunidade a expressar suas opiniões sobre o assunto.

Em um tweet, o trader e analista de criptomoedas Michaël van de Poppe disse que Kwon merece prisão. Ele comparou o CEO da Terraform Labs ao infame fraudador Bernie Madoff. “Honestamente, ele merece a prisão”, escreveu Van de Poppe.

O usuário do Twitter DaisiObanla também concordou com Van de Poppe. De acordo com DaisiObanla, ele quer ouvir a notícia de que Kwon foi condenado a 150 anos de prisão sem liberdade condicional. Além disso, o jogador de futebol Nicolas Boulay também entrou na conversa, escrevendo que o executivo do Terra “precisa sentir a ira da comunidade”.

Embora haja muitos que pedem prisão, alguns discordam do sentimento. O presidente Bodhi twittou que ele discorda, dizendo que “ninguém coloca os proprietários de cassinos na cadeia”, o que implica que investir no ativo era uma aposta. Depois disso, o Druida do Twitter também disse que Kwon não fez nada que viole o código criminal.

Relacionado: Tribunal de apelações decide Do Kwon, Terraform Labs deve atender intimação da SEC entregue em setembro

As autoridades da Coreia do Sul também começaram a investigar a Terraform Labs e seus funcionários por um suposto desfalque de Bitcoin (BTC). Com a cooperação de uma exchange, as autoridades conseguiram congelar os fundos em questão.

A investigação foi iniciada depois que a polícia recebeu uma denúncia de um informante que trabalhava na empresa.

Em meio ao desastre do Terra, o partido no poder da Coreia do Sul revelou planos para formar um comitê de ativos digitais que se tornará o regulador das criptomoedas. A organização preparará políticas e supervisionará o setor antes da formação de uma entidade governamental dedicada à criptomoeda.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...