Na pior semana do Bitcoin em mais de um ano, só 3 tokens mostram força e mantém alta: THETA, HNT e OKB


Os números de inflação dos EUA de sexta-feira enviaram fizeram um estrago nos mercados de capitais e por conseguinte no mercado de criptomoedas, afetando o Bitcoin diretamente, onde este perdeu em poucas horas mil dólares antes que a situação piorasse durante o fim de semana. Em apenas alguns dias, o ativo caiu para US$ 26.000, e não parou mais de cair, levando inclusive todo o mercado consigo.

O Bitcoin caiu US$ 3.000 na segunda-feira para uma baixa de vários anos e, após uma pequena sessão de recuperação ontem, caiu para US$ 21.000. A paisagem hoje é de baixa também. O BTC está atualmente abaixo desse nível e está perto de quebrar abaixo do ATH de 2017 de US$ 20.000. Nas últimas horas ele voltou à casa dos US$ 21.600 acompanhando os mercados de ações que operam em leve alta no instante dessa redação.

Fonte: Coin360

As altcoins sofreram tanto ou até mais que o Bitcoin, e a maioria continua a sofrer. O Ether (ETH) está entre os perdedores mais substanciais, tendo perdido quase 50% de seu valor em dólares em cerca de uma semana. A partir de agora, a segunda maior criptomoeda está a poucos centímetros de quebrar abaixo dos US$ 1.000, após outra queda diária de dois dígitos.

O BNB também está perto de cair abaixo dos US$ 200 depois de perder 11% em um dia. Cardano, Solana e Dogecoin caíram em porcentagens semelhantes, enquanto XRP, DOT e Shiba Inu caíram um pouco menos.

O TRON perdeu o maior valor em um dia. Um declínio maciço de 25% empurrou o TRX para menos de US$ 0,05.

Com as alts de baixa e média capitalização em situações semelhantes, não é de admirar que o valor total do mercado de criptomoedas tenha visto evaporar outros US$ 80 bilhões em um dia e agora esteja abaixo de US$ 900 bilhões de marketcap.

Enquanto isso somente três tokens conseguiram ser poupados do banho de sangue e não apresentaram quedas expressivas, mantendo seus investidores ilesos das quedas de 30% ou mais apresentada pelo restante do mercado: Helium (HNT) -1.2%, Theta (THETA) -2.2% e OKB (OKB) 0.4%.

Helium (HNT) -1.2%

O protocolo Helium é um projeto focado na Internet das Coisas 5G que suporta dispositivos sem fio de baixa potência para se comunicarem e enviarem dados por sua rede de nós e vem apresentando altas há pelo menos um mês. A alta do HNT ocorreu após a comunidade Helium votar no HIP-51, uma proposta que cobriu as construções econômicas e técnicas necessárias para dimensionar a Rede Helium para suportar novos usuários, dispositivos e diferentes tipos de redes, incluindo celular, VPN, WiFi e LPWAN.

Fonte: Coingecko

O preço do Helium hoje é de US$ 10,06, o que representa um aumento de 5% nas últimas 24 horas e no acumulado semanal, uma leve desvalorização da ordem de -1.2%. O valor de mercado do Helium é de US$ 1,22 bilhão. O volume de HNT em 24 horas é de US$ 88,38 milhões, com uma oferta circulante de 121.300.114. 

O Helium é negociado em 23 exchanges, sendo as principais: Binance (US$ 24,71 milhões), Nami.Exchange (US$ 20,29 milhões) e FTX (US$ 16,71 milhões). O Helium teve uma alta histórica de US$ 52,82 há 7 meses. 

No último dia, o Helium foi negociado em 52 mercados ativos, com seus pares de negociação de maior volume sendo USDT (US$ 53,12 milhões), USD (US$ 20,09 milhões) e VNDC (US$ 8,73 milhões).

Theta (THETA) -2.2%

O Theta Network é um projeto que visa facilitar o streaming de vídeo. Sua rede descentralizada permite que os usuários compartilhem largura de banda e recursos de computação ponto a ponto. O token nativo do blockchain THETA é usado para várias tarefas de governança dentro do sistema. O token vem apresentando seguidas ralis nos últimos 30 dias e conseguiu se manter levemente desvalorizado nos últimos dias.

Fonte: Coingecko

O preço do Theta hoje é de US$ 1,2128, o que representa um aumento de 8% nas últimas 24 horas e no acumulado semanal, uma leve desvalorização da ordem de -2.2%. O valor de mercado do Theta é de US$ 1,21 bilhão. O volume de THETA em 24 horas é de US$ 197,16 milhões, com uma oferta circulante de 1.000.000.000 e uma oferta máxima de 1.000.000.000. 

O Theta é negociado em 43 exchanges, sendo as principais: Fairdesk (US$ 26,80 milhões), Binance (US$ 26,59 milhões) e Nami.Exchange (US$ 22,12 milhões). O Theta teve uma alta histórica de US$ 14,34 há cerca de 1 ano. No último dia, o Theta Token teve 27% de volume transparente e foi negociado em 159 mercados ativos, com seus pares de negociação de maior volume sendo USDT (US$ 127,99 milhões), USD (US$ 19,48 milhões) e USDC (US$ 11,68 milhões).

OKB (OKB) 0.4%

O OKB é uma criptomoeda lançada pela OK Blockchain Foundation e pela exchange OKX. Entre os tokens de exchange foi o único a apresentar valorização na última semana. O OKB experimentou um rali em abril.

Fonte: Coingecko

O preço do OKB hoje é de US$ 11,34, o que representa um aumento de 3% nas últimas 24 horas e no acumulado semanal, uma valorização da ordem de 0.4%. O valor de mercado do OKB é de US$ 2,91 bilhões. O volume de OKB em 24 horas é de US$ 13,17 milhões, com uma oferta circulante de 256.388.091 e uma oferta máxima de 300.000.000. 

O OKB é negociado em 22 exchanges, sendo as principais: OKX (US$ 7,03 milhões), FTX (US$ 2,05 milhões) e Lbank (US$ 809.723). O OKB teve uma alta histórica de US$ 42,42 há cerca de 1 ano. No último dia, o OKB foi negociado em 224 mercados ativos, com seus pares de negociação de maior volume sendo USDT (US$ 8,69 milhões), USD (US$ 2,05 milhões) e BTC (US$ 899.771).



Source link

Share to...