‘Ajustei minha perspectiva para comprar ali na zona dos US$ 18.000’, diz analista que acertou queda do Bitcoin


Embora o preço do Bitcoin (BTC) tenha voltado a ser negociado acima de US$ 21 mil isso não motiovu os analistas do mercado de criptomoedas a mudare m suas perspectivas com relação a tendência do BTC no curto prazo.

Os analistas acreditam que os touros não tem força para sustentar por muito tempo o suporte e US$ 20 mil e acreditam que uma queda abaixo deste nível é eminente.

Um destes analista é Tasso Lago, gestor de fundos privados e fundador da Financial Move, que no começo do mês, quando o BTC negociava ainda acima de US$ 30 mil destacou que o baixo volume de negociações aponta para uma nova baixa no mercado.

O analista destaca agora que o Bitcoin vem sendo negociado muito perto do suporte de US$ 20 mil que foi o topo do ciclo anterior de alta e que, uma queda abaixo deste nível não seria ‘normal’ já que historicamente as correções tendem a respeitar o topo dos ciclos anteriores.

“O ciclo anterior do Bitcoin teve topo histórico nos U$20.000, que é nossa principal zona de atenção nesse momento. Como já tocamos em U$20.200 e o mercado não reagiu comprando forte, estou levemente pessimista com um rompimento dos U$20.000 e pequeno susto, creio que podemos atingir a região dos U$18000 caso os U$20.000 não aguente”, disse.

Lago indica que ajustou suas perspectivas de compra justamente em um nível abaixo de US$ 20 mil, prevendo que a zona de suporte será quebrada.

“Com isso, ajustei minha perspectiva de compra nos U$20.000 para buscar comprar ali na zona dos U$18.000. Nessa região temos a média MA 200 semanal na região dos U$22.000, que é um excelente suporte pra semana”, destaca.

Segundo o analista, ao longo da semana o Bitcoin pode ser negociado abaixo da MA200, mas, no fechamento do gráfico semanal (que ocorre domingo às 21h no horário de Brasília) ele acredita que o BTC pode imprimir um fechamento acima da MA200, representando o momento atual uma oportunidade de lucro para os traders.

FED e impacto no Bitcoin

Lago, assim como outros analistas, destacou que o aumento do juros do FED, em 0,75, se deve ao fato da inflação EUA estar acima do esperado e longe de ser controlada. E, desta forma, essa inflação sem controle diminui a confiança no Governo e Agentes de tomarem controle e, isso afugenta todo o mercado de investimento.

“No primeiro momento que a inflação parecer “domada” o mercado retoma o humor. O lado ruim disso tudo é que o aumento dos juros base impacta diretamente no mercado de financiamento (quando você pega empréstimo você fica exposto aos juros né?). Pense nos milhões de americanos que nunca passaram por um cenário de inflação, que tomam empréstimo para financiar seus negócios e moradias, vendo um aumento de juros que não foi visto por décadas?”, destacou.

Segundo ele, a palavra “caos”, define os EUA nesse momento.

“Durante toda minha passagem pelos EUA tive o contato com os americanos e perguntei o que eles estavam achando desse momento. A grande maioria, inerte, nunca havia passado por um cenário assim e pontuaram que o preço do galão de gasolina dobrou em questão de semanas (devido ao conflito Ucrânia x Rússia, no fim das contas)”, afirmou.

O analista destaca que é importante estar atento a este cenário nos EUA e como isso impacta a vida dos americanos pois este é um dos principais mercados para as criptomoedas, além disso os EUA são a maior economia do mundo e, portanto, com impacto em todos os setores da economia mundial.

“É um contexto global e é necessário entender para poder assimilar bem essa informação e lidar bem com essa volatilidade. Não é só cripto que está caindo, são todos os mercados, S & P 500 e Nasdaq também sofreram muito esse ano. E, se você é um investidor, ou alguém focado em prosperar, naturalmente vai estar exposto aos mercados e sofrer com essa volatilidade”, disse.

Ele aponta que diante deste cenário, a forma com que ios investidores lidam com a volatilidade ira impactar todo o futuro da rentabiidae deste investidor.

“Vejo que estamos em uma grande oportunidade, com grandes projetos a preços ridículos de barato.Durante toda a Consensus, o discurso foi claro, todo mundo está desenvolvendo e confiante no mercado das criptos. Tudo que ocorre na queda hoje é uma oportunidade de compra. Temos que olhar para os fundamentos: estão sólidos? Sim, sem dúvidas! Então, quais são os melhores projetos para comprar? qual momento de virada de mercado?”, aponta.

Desta forma ele destaca que criptomoedas como Ethereum e Polkadot são algumas das criptomoedas que estão ‘baratas’ e são ótimas oportunidades de compra neste momento.

“Você não vai reclamar de ter comprado ETH a U$1000, DOT a U$7 quando o mercado estiver retomando, com ETH a U$7000 e DOT a U$60. Mas, pra comprar barato, você precisa aguentar a dorzinha que é ver essa queda do mercado. Como investidores, passamos por todos os ciclos: de alta = Euforia, lateral = Tédio, e de baixa = medo. Quem dominar esse sentimento, estará lucrando muito ao longo dos anos”, destaca.

Comprar na baixa e vender na alta

Lago destaca que é preciso que os investidores passem do ponto A para o ponto B, sendo que por A ele agrupa o investidor inexperiente que não está acostumado com volatilidade e quer fazer sempre muitos trades e não entende a dinâmica de mercado.

Já como B ele agrupa o investidor que sabe lidar com a volatilidade, não fica sem dormir com quedas e fica com olhar de águia procurando boas compras. Entende que o mercado passa por ciclos e sabe lidar bem com eles.

“Quanto mais pessoas conseguirmos passar de A para B, mais teremos sucesso aqui”, afirma.

Ele destaca que o mercado cripto está no suporte em termos de capitalização, com US$ 860 bilhões circulando no mercado, muito distante do pico de US$ 3 trilhões de dólares. Isso representa uma queda de quase US$ 2.2 trilhões.

“Lado positivo, já rolou a queda e estamos em grande suporte. Toda sensação de “ferrou” agora é atrasada, na minha visão o pior já foi. Mercado com volatilidade, mas estável”, finaliza.

LEIA MAIS

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...