Falha da Cloudflare afeta várias exchanges de criptomoedas



A Cloudflare, um importante provedor de infraestrutura para a Internet, recentemente passou por problemas generalizados, deixando muitas exchanges de criptomoedas inativas.

A rede de entrega de conteúdo (CDN) confirmou por meio de uma atualização publicada na terça-feira que está enfrentando problemas com seus serviços e rede, e uma correção está sendo implementada. No entanto, a empresa ainda não forneceu informações sobre o que deu errado, fazendo com que os serviços em todo o mundo parassem.

A exchange de criptomoedas FTX twittou que sua plataforma e outros sites serão de difícil acesso para muitas pessoas, alegando que a exchange agora está no modo “post-only”. As exchanges de criptomoedas Bitfinex e OKEx também twittaram sobre o problema, com a última perguntando se haverá uma alternativa Web3 no futuro.

Caso você não consiga visitar e “500 Internal Server Error” apareça, parece ser um problema na #Cloudflare.

Parece uma interrupção global da Internet, as coisas devem voltar ao normal em breve.

Alguma alternativa web3 no futuro?

— jay_star.lens | CEO da OKX (@Jay_OKX) 21 de junho de 2022

A Cloudflare, que se tornou pública há cerca de três anos, oferece infraestrutura de rede web para empresas, permitindo que elas publiquem seu material online. A infraestrutura também fornece serviços de segurança, incluindo proteção distribuída contra negação de serviço (DDoS).

Não é perfeita, a CMC foi afetada.

— CZ Binance (@cz_binance) 21 de junho de 2022

Esta não é a primeira vez que uma interrupção da Cloudfare teve efeitos cascata no mundo das criptomoedas. Em agosto de 2020, uma interrupção semelhante derrubou a Bitfinex e outros sites importantes.

Além das exchanges de criptomoedas, outros sites e aplicativos, como as corretoras indianas Zerodha e Upstox, bem como a plataforma de comunicação Discord, estão todos fora do ar agora com um erro de servidor interno de 500.

O Cointelegraph entrou em contato com algumas exchange sobre a situação e atualizará este artigo aguardando novas informações.

LEIA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...