Queda de 60% no preço das ações da Voyager leva mar de vermelho para ações de criptomoedas



Uma queda de 60% no preço das ações da Voyager Digital desde que divulgou sua exposição à Three Arrows Capital (3AC) foi acompanhada por novas quedas nas ações da indústria de criptomoedas.

De acordo com dados do TradingView, a Voyager Digital caiu até 60% durante o horário normal de negociação na quarta-feira (22/06), antes de fechar em US$ 0,5998 para marcar uma queda de 50,84% no dia.

A queda acentuada seguiu a Voyager Digital divulgar que a potencialmente insolvente Three Arrows Capital (3AC) deve à empresa 15.250 Bitcoin (BTC) e 350 milhões de USD Coin (USDC), no valor de cerca de US$ 660 milhões no total.

A Voyager deu à 3AC até 24 de junho para pagar US$ 25 milhões e até 27 de junho para pagar o valor total antes que o empréstimo seja considerado inadimplente. A empresa também afirmou que está trabalhando com advogados sobre como entrar com uma ação legal contra a 3AC caso o suposto fundo de risco não consiga pagar sua dívida.

A Alameda Research estendeu um empréstimo rotativo de 200 milhões de USDC e um empréstimo rotativo de 15.000 BTC para cobrir os atuais problemas de liquidez da Voyager. A empresa também reduziu seu limite de retirada de 24 horas esta semana de US$ 25.000 para US$ 10.000.

“US$ 10.000 melhor que US$ 0 em Celsius”, comentou o Redditor AdLongjumping5010 no sub-Reddit r/CelciusNetwork em resposta.

Outras ações relacionadas a criptomoedas continuaram a sofrer. As ações da Coinbase sofreram uma queda de 9,71%, para US$ 51,91, enquanto a MicroStrategy, fortemente exposta ao BTC, liderada por Michael Saylor, viu suas ações caírem 4,50%, para US$ 170,91.

Coinbase em US$ 14 bilhões é uma das coisas mais idiotas que já vi nos mercados públicos.

Rivalizado talvez apenas pela negociação da Apple em 50% acima de seu saldo de caixa no final de 2008.

Eu não posso acreditar que o preço errado dos boomers vai fazer com que eu transfira dinheiro para a conta stonk.

— Ryan Selkis (@twobitidiot) 22 de junho de 2022

As ações de mineradoras de criptomoedas também sofreram danos notáveis, com a Riot Blockchain caindo 9,63%, enquanto Bitfarms, Hut 8, Marathon Digital Holdings e Core Scientific caíram cerca de 5-7% por ação.

Os preços em ruínas das ações de criptomoedas são apenas um microcosmo de uma tendência de queda mais ampla nos mercados de ações e criptomoedas em 2022, com o índice S&P 500 de referência no território do mercado em baixa e uma queda de 21,6% desde o início do ano. Isso marca a primeira vez que isso acontece desde 1970, de acordo com dados da Bloomberg.

  • Relacionado: Binance U.S. torna a negociação de BTC livre de taxas, pois os concorrentes sentem o calor

Os investidores, em geral, ficaram assustados com a política monetária do Federal Reserve dos Estados Unidos e os esforços para conter a inflação este ano, introduzindo uma série de aumentos nas taxas de juros.

O presidente do Fed, Jerome Powell, manteve suas cartas escondidas sobre como o órgão do governo vai enrolar a inflação nos últimos tempos, mas sugeriu que, à medida que o Fed continua a aumentar os custos dos empréstimos, pode estar se preparando para uma recessão.

Testemunhando ao Comitê Bancário do Senado na quarta-feira (22/06), Powell afirmou que “certamente é uma possibilidade”, em resposta a uma pergunta do senador John Tester, acrescentando que “não é o resultado pretendido, mas certamente é uma possibilidade”.

VEJA MAIS:

Siga-nos nas redes sociais

Siga nosso perfil no Instagram e no Telegram para receber notícias em primeira mão!





Source link

Share to...