More
    InícioVIROU NOTÍCIAMoraes ordena que procuradoria do TSE apure ataque a Vera Magalhães

    Moraes ordena que procuradoria do TSE apure ataque a Vera Magalhães

    Publicidade - OTZAds

    O presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Alexandre de Moraes, determinou que a Procuradoria Eleitoral analise o caso do deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos-SP), que atacou a jornalista Vera Magalhães ontem, após debate para o governo de São Paulo realizado pelo UOL, em parceira com a Folha de S.Paulo e a TV Cultura. A informação é da CNN Brasil.

    Candidato a deputado federal nestas eleições, o político foi para cima da apresentadora afirmando que ela é “uma vergonha para o jornalismo” e questionando o valor do seu contrato de trabalho. O ataque ocorreu poucos minutos após o debate ser encerrado.

    Publicidade - OTZAds

    No despacho, o ministro ressalta “a gravidade do ocorrido” e determina o encaminhamento ao Vice-Procurador-Geral Eleitoral “para que possa dar o devido encaminhamento ao Procurador Regional Eleitoral de São Paulo, com o objetivo de ser analisada eventuais providências que entender necessárias”.

    MP abre investigação contra Douglas Garcia. O MPSP (Ministério Público de São Paulo) abriu um procedimento criminal contra o deputado estadual hoje. A decisão atende a um pedido do procurador-geral de Justiça do Estado, Mario Sarrubbo.

    O deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos), candidato a deputado federal nestas eleições, foi expulso do debate - Reprodução/Redes Sociais - Reprodução/Redes Sociais

    O deputado estadual Douglas Garcia (Republicanos), candidato a deputado federal nestas eleições, foi expulso do debate

    Imagem: Reprodução/Redes Sociais

    Deputados pedem a cassação de deputado por quebra de decoro. elo menos três deputados estaduais acionaram hoje o Conselho de Ética da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) pedindo a cassação de Douglas Garcia (Republicanos) por quebra de decoro parlamentar após ele tentar intimidar a jornalista Vera Magalhães.

    Um dos pedidos foi apresentado pelo deputado estadual Emidio de Souza (PT) na manhã de hoje. O documento, ao qual UOL obteve acesso, ressalta que “o caso merece, evidentemente, apuração pela quebra de decoro parlamentar levada à prática pelo representado [Douglas Garcia]”.

    Conselho diz que dará andamento. A deputada Maria Lucia Amary (PSDB), presidente do Conselho de Ética da Alesp, confirmou que recebeu as representações contra Douglas Garcia e que ele será notificado.

    “Como mulher, repudio veementemente este tipo de comportamento e me solidarizo com a jornalista Vera Magalhães, que estava no exercício do seu trabalho”, escrevei Amary em suas redes sociais.

    Alesp também se manifesta. Em nota, a Alesp disse que “não compactua e repudia condutas ofensivas e desrespeitosas, sempre prezando pelo respeito, diálogo e tolerância entre todos”.

    “O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Carlão Pignatari, manifesta a sua solidariedade à jornalista Vera Magalhães e seu repúdio à atitude irresponsável do deputado Douglas Garcia”, diz o texto.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Must Read

    spot_img