More
    InícioVIROU NOTÍCIAIpec: Políticos celebram resultado de Lula: Difícil pros bolsonaristas

    Ipec: Políticos celebram resultado de Lula: Difícil pros bolsonaristas

    Publicidade - OTZAds

    Políticos aliados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foram às redes sociais para comemorar a oscilação para cima do petista na pesquisa Ipec (ex-Ibope) realizada com entrevistas pessoais, contratada pela TV Globo e divulgada hoje. Já apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) questionaram, sem provas, a pesquisa.

    O novo levantamento aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue liderando a disputa pela Presidência da República, com 47% das intenções de voto e tem possibilidade de vitória em 1º turno. O chefe do Executivo Bolsonaro aparece com 31%. Com isso, a diferença entre os dois é de 16 pontos percentuais.

    Publicidade - OTZAds

    Em comparação à pesquisa anterior de 19 de setembro, o petista oscilou positivamente na margem de erro – que é de dois pontos percentuais para mais ou para menos – passando de 46% para 47%. Já Bolsonaro manteve o mesmo patamar.

    O Ipec aponta que Lula tem 52% dos votos válidos — quando são excluídos brancos, nulos e indecisos — o que indica a possibilidade de vitória em 1º turno. Por conta da margem de erro, o petista tem entre 50% e 54% dos votos válidos. Para vencer o pleito sem necessidade de 2º turno, o candidato precisa de 50% mais 1 dos votos válidos, de acordo com a Lei das Eleições do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

    Confira às reações dos políticos:

    O Ipec foi fundado em fevereiro de 2021 por ex-executivos do Ibope, que encerrou suas atividades em janeiro por conta do fim de um acordo de licenciamento da marca após 79 anos. O Ipec aborda entrevistados em suas casas, localizadas em áreas estabelecidas conforme distribuição do eleitorado brasileiro. O nível de confiança, segundo o Ipec, é de 95%.

    Sem provas, bolsonaristas questionam pesquisa

    Já os apoiadores do presidente questionaram a pesquisa após a divulgação do levantamento, que mostrou Bolsonaro em segundo lugar.

    Um dos apoiadores que se pronunciaram foi Fábio Faria, ministro das Comunicações do Brasil, que declarou que a população cobrará o fechamento do instituto no dia 2 de outubro, data de votação. Antes mesmo de a pesquisa ser divulgada, o bolsonarista já havia questionado a pesquisa.

    Não é a primeira vez que o ministro bolsonarista ataca institutos de pesquisa. O aliado de Bolsonaro já fez uma enquete para atacar o Datafolha, mas a maioria dos internautas votou que confia no instituto.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Must Read

    spot_img
    Share to...