Casos de racismo aumentam junto com o progresso das políticas de enfrentamento – 05/11/2022
NOTÍCIAS URGENTES

Casos de racismo aumentam junto com o progresso das políticas de enfrentamento – 05/11/2022



Dados da Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo mostram que os casos de racismo no primeiro semestre de 2022 já superaram o totalidade dos dois anos anteriores. O motivo disso, segundo o professor Juarez Xavier, que também é jornalista e militante do movimento preto, deve-se a dois fatores: o progresso político da população negra no enfrentamento ao racismo e o aumento do exposição racista.

Neste incidente de Papo Preto, que faz secção da série Léxico Preto, que explica termos relacionados às questões raciais, o professor fala sobre essa evolução da luta antirracista e explica a diferença entre racismo, preconceito e discriminação.

“Os movimentos sociais de negros nesses 100 anos de lutas foram compreendendo a relevo desses conceitos. São conceitos que estão amarrados e articulados entre si, são complementares”, diz ele a partir de 04:38 do registo supra. “É preciso saber a natureza da sentença do racismo na sociedade brasileira para que a gente possa ter estratégias políticas adequadas para o enfrentamento.”

O racismo, de pacto com Xavier, é o aniquilamento, a realização, o genocídio e o extermínio de um grupo racial. Ele diz que não existe racismo moderado ou cordial, e que, no Brasil, ele vem sendo mantido ao longo de séculos. “Desde o primeiro momento em que a população negra chega com o estigma de ser uma população subordinado à branca (a partir de 05:17 do registo supra).

Já o preconceito racial o professor define uma vez que um conjunto de estigmas contra a população negra que surgem para justificar a violencia e a brutalidade contra essa população. “A discriminação, a segregação racial, é a política adotada no final do século 19, início do 20, para separar a população negra dos seus direitos uma vez que trabalhadores (a partir de 14:21 do registo supra).

Papo Preto é um podcast produzido pelo Espírito Preta, uma sucursal de jornalismo com temáticas sociais, em parceria com o UOL Plural, um projeto colaborativo entre o UOL, coletivos e veículos independentes. Novos episódios vão ao ar todas as quartas-feiras.

Podcasts são programas de áudio que podem ser ouvidos a qualquer hora e lugar — no computador, smartphone ou em outro aparelho com conexão à internet. Você pode ouvir Papo Preto no ducto do UOL no YouTube e nas plataformas de podcast Spotify, Google Podcast, Deezer, Apple Podcast e CastBox.



Leave feedback about this