Ibaneis pede ao Ministério da Justiça reajuste de 18% para a segurança pública do DF – Notícias
POLÍTICA

Ibaneis pede ao Ministério da Justiça reajuste de 18% para a segurança pública do DF – Notícias



O governador do Província Federalista, Ibaneis Rocha (MDB), entregou ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, uma proposta de reajuste de 18% para as forças de segurança do DF. A aprovação depende, no entanto, de uma estudo do Ministério da Economia, do Palácio do Planalto e do Congresso Pátrio.



O moeda que financia a segurança pública do DF vem do Fundo Constitucional, verba repassada pela União. Por isso, o governador precisa de autorização do Executivo federalista para conceder o aumento e o Congresso precisa sancionar. Os recursos também financiam a saúde e a ensino na capital.




Ibaneis pediu mais um aumento para a segurança pública do DF nascente ano, mas o governo de Jair Bolsonaro (PL) negou. Agora, a expectativa é que, se atendido, o reajuste impacte no salário de tapume de 20 milénio funcionários das três corporações, incluindo aposentados. 


De pacto com o secretário de Segurança Pública do DF, Júlio Danilo, que estava presente na reunião, o pedido é um compromisso de Ibaneis e a expectativa do governo sítio é que o reajuste passe a valer no início de 2023. O Governo do DF já tinha conseguido um aumento de 8% para policiais civis, militares e bombeiros em 2019.


Relações estreitas


O secretário assumiu a pasta em março de 2021, depois que Torres deixou o governo sítio para virar ministro de Bolsonaro. Antes, Júlio Danilo era o inesperado de Torres na secretaria. Nos bastidores, interlocutores do governo dizem que o ministro gostaria de voltar depois o término do atual governo.


Na última semana, Torres telefonou mais de uma vez para Ibaneis. Pesa contra ele, no entanto, a urgência de o Governo do DF sinalizar uma aproximação ao presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Leave feedback about this