Na fala de Lula, a emoção de ver que o Brasil voltou a ter presidente
POLÍTICA

Na fala de Lula, a emoção de ver que o Brasil voltou a ter presidente


Finalmente temos um presidente! Até que enfim voltamos a ter um encarregado de Estado de verdade!

O primeiro exposição do presidente Lula depois da vitória democrática, no voto, na urna, foi muito emocionante.

Ele deixou simples que a nossa democracia voltou e está demonstrando isso na prática, nas escolhas da equipe de transição. Não vai fazer porquê o nefasto Jair Bolsonaro, que só governou para os seus, para proteger familiares e cúmplices.

Não. Lula vai governar o Brasil para todos os brasileiros.

Fiquei emocionado quando ele falou que, novamente, vai dar prioridade à luta contra a lazeira, já que o desgoverno do clã bolsonarista deixou porquê legado mais de 30 milhões de pessoas sem ter o que manducar.

São pessoas que não têm moca da manhã, almoço e jantar. Isso dói muito no coração da grande maioria do país, mas não no coração dos golpistas que saíram às ruas por não admitir uma roteiro.

Lula vai governar também para vocês que se ajoelharam nas estradas e nos muros dos quartéis, pedindo um golpe militar. Porquê se o Deus deles fosse um sabotador, um mentiroso, um covarde, assim porquê o dos pastores que também pediram isso nos cultos. O Cristo para quem os golpistas oraram e pediram um golpe não é o mesmo Cristo que fez milagres, que foi um revolucionário e que foi crucificado pela nossa salvação.

Bolsonaro entrou no poder pela porta da frente porque ganhou democraticamente, pelas urnas que atacou o tempo todo. Mas agora sairá pela porta dos fundos.

Aliás, está na rostro que a fuga já está sendo planejada. Tanto que um parlamentar europeu, Ângelo Bonelli, está cobrando o Ministério das Relações Exteriores do governo italiano sobre a decisão dos filhos de Bolsonaro de estarem requerendo a cidadania italiana.

Mas voltando ao exposição do nosso presidente: Lula pediu, emocionado, que as pessoas voltem para moradia em nome da democracia, coisa que Flávio e Eduardo Bolsonaro não querem, porque estão incentivando a ininterrupção desse patético comportamento golpista.

Sem descrever a naturalidade e a espontaneidade com que o presidente Lula passa as suas ideias. Isso é transparência de verdade, e não aquela falsa transparência que Jair Bolsonaro dizia ter.

Outrossim, Lula nos colocou novamente no planta da política mundial. Hoje voltaram a nos respeitar, mesmo que zero ainda tenha mudado na prática.

Vamos voltar a respirar cultura, instrução, saúde e esporte.

As crianças das creches, das escolas públicas, voltarão a ter uma merenda decente, depois de o clã ter tirado verbas de tudo isso para o orçamento secreto e para a campanha da reeleição (que, por nossa sorte, não aconteceu).

Mas apesar de o Lula ser um rostro que não tem revanchismo, na minha opinião toda essa turma precisa ser investigada a fundo. Augusto Aras continua trabalhando porquê protetor de Bolsonaro, e se for comprovado que existiram crimes, eles precisam ser punidos com rigor, porque trabalharam para a devastação do Brasil.

Concordo plenamente quando o presidente Lula disse que Jair Bolsonaro humilhou as Forças Armadas. E foi isso mesmo que aconteceu, porque ele cansou de colocar os militares em situações desconfortáveis e, muitas vezes, foi reptador.

Um dos fatores mais importantes que o Lula destacou no seu primeiro exposição foi a volta do reverência entre os poderes — Executivo, Legislativo e Judiciário —, que no desgoverno estavam em guerra ordenado.

Outra coisa é a percepção das pessoas que trabalham perto do governo de que a tranquilidade está voltando, assim porquê a instrução. É grande o consolação, principalmente dos jornalistas que cobrem a política brasileira em Brasília.

É isso que também sinto dentro de mim. Uma certeza de que a normalidade já está voltando, e isso era imprescindível para vivermos em tranquilidade, mesmo com as dificuldades que temos no nosso país.

Agora não tenho dúvidas de que iremos voltar a viver, e não só sobreviver.

Leave feedback about this