Será PROIBIDO ter insulfilm nos carros? Veja o que diz a novidade lei
EMPREGOS

Será PROIBIDO ter insulfilm nos carros? Veja o que diz a novidade lei


Os motoristas devem ter atenção redobrada em relação às alterações sobre o uso do insulfilm nos carros. A novidade lei tem regras mais rigorosos e muito claras, logo não há desculpas para enganar as normas. Quem descumprir as medidas pode ser multado e até mesmo ter o veículo retido. Veja o que muda e uma vez que se adequar.

Leia mais: 5 carros com melhor custo-benefício para comprar em 2022

Todo motorista deve ter completa atenção às leis de trânsito, inclusive, também àquelas que passam por alterações. Muitos unicamente fazem o curso para tirar a Carteira Vernáculo de Habilitação (CNH) e se esquecem de se manter atualizados sobre as novas regras. Atenção: saiba que esse pode ser um imprevidência que custa custoso.

Insulfilm nos carros

Saber o que manda a lei é principal para evitar multas. Caso contrário, o condutor pode ter muitas dores de cabeça e, em alguns casos, até desrespeitar as normas que colocam em risco a segurança de todos.

É o que acontece em relação às recentes mudanças no uso do insulfilm no coche. O item é bastante utilizado, pois é a película que os proprietários mais costumam colocar nos vidros. Para o futuro, os motoristas devem ter atenção redobrada. O insulfilm tem funções que ajudam no momento da meio.

O mercê mais sabido é o controle da ingressão de raios UV, que podem atrapalhar a visão e incomodar.

Com base nas novas regras, é preciso ter atenção ao intensidade de transparência e em onde o insulfilm será posto. O item não foi proibido. Apesar disso, a solução do Recomendação Vernáculo de Trânsito (Contran) exige que:

  • Para os vidros laterais, o mínimo de transparência é de 70% quando anteriormente era 75%;
  • No caso dos para-brisas, passou a ser exigido pelo menos 70% de transparência.

Em relação aos demais vidros considerados indispensáveis para a dirigibilidade do veículo, exige-se o mínimo de 70% de transparência também. Por termo, vidros que não interferem nas áreas envidraçadas indispensáveis para a meio, o percentual mínimo deve ser de 28%.

Além da questão da transparência, em relação ao insulfilm espelhado, a novidade lei determina que o uso para fins automotivos é proibido sob qualquer situação. Outra mudança em relação ao material é que as bolhas de ar nas áreas críticas para a visão do condutor ou de áreas indispensáveis para a boa dirigibilidade também são proibidas.

Dessa forma, caso o cidadão desrespeite alguma das novas regras, ele pode ser penalizado com multa. Ou por outra, o coche fica retido até que os problemas sejam resolvidos. Isso, é simples, além dos cinco pontos na carteira.

Leave feedback about this