Tudo muito? – 27/09/2015 – Adriana Gomes – Ex-Colunistas
EMPREGOS

Tudo muito? – 27/09/2015 – Adriana Gomes – Ex-Colunistas


No sou pessimista. Alis, tenho tendncia a ver o lado positivo das situaes e talvez seja essa uma das caractersticas que me permitem executar muito minha atividade profissional: facilitar profissionais a identificar alternativas para seus projetos de mudana de tarefa, de curso, de vida.

Entretanto, apesar dessa possante caracterstica, fiquei prestando ateno no quanto a pergunta “tudo muito?”, repetida exausto, unicamente uma expresso irrelevante na vida das pessoas.

Ningum quer saber se voc est muito ou no. Um colega sentou na minha frente, na mesa de trabalho, e perguntou: “Tudo muito?”. Olhei para ele, me acomodei na cadeira, em silncio. O silncio se prolongou e o olhar foi inquisitivo e persistente. Meu silncio se manteve.

Nessas horas, deveria possuir um smbolo, uma vez que a ampulheta que aparece nos computadores, para sinalizar ao interlocutor que a pessoa est no modo “pensando”, fazendo varredura nos arquivos da memria.

Respondi ao meu colega que essa era uma pergunta importante e que eu poderia responder protocolarmente com o default: “Sim! Tudo muito”, #soquenao, ou elencar tudo que no est bom.

Minha lista comeou a permanecer maior do que eu mesma imaginava. nisso que d pensar para responder. Nem tudo simples, fcil, corriqueiro, trivial ou comum.

Assim, custoso leitor, minha proposta para hoje te levar por esse caminho comigo. Fazer boas perguntas pode valer o primeiro passo para a tomada de conscincia e consequentemente mudar. Tudo muito?

Defina o que cabe dentro de TUDO (vida pessoal, profissional, familiar, relacionamentos afetivos, sade, finanas, etc) e o que BEM (quais so seus parmetros, mtricas, comparativos, indicativos que te balizam nessa definio?).

O que est muito? O que no est muito? Voc quer melhorar alguma coisa, ou o “muito” j suficiente para voc? O que voc quer melhorar? O que voc pode fazer para melhorar?

Essa pergunta supimpa para pensar no momento atual, rever seus projetos, realinhar expectativas pessoais com o cenrio atual e tambm para traar planos de ao para modificar ou melhorar o que no est to muito assim!

Leave feedback about this