Vereador acusa bolsonarista de ameaçar estuprar mulheres de petistas
POLÍTICA

Vereador acusa bolsonarista de ameaçar estuprar mulheres de petistas


Sergio Vesco (PT), vereador do município de Formosa do Oeste, a mais de 570 km de Curitiba, e o presidente do diretório municipal da {sigla}, Carlos Paim, registraram um boletim de ocorrência ontem para denunciar um bolsonarista que teria gravado um áudio dizendo que vai iniciar a estuprar “mulheres de petistas”.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) venceu a disputa no último dia 30 ao obter 50,90% (60.345.999 votos) contra 49,10% (58.206.354 votos) de Jair Bolsonaro (PL).

O varão teria enviado o áudio a um grupo de bolsonaristas do município no WhatsApp posteriormente o segundo vez das eleições. O áudio, obtido pela reportagem do UOL, teria sido repercutido no aplicativo de mensagens entre os moradores da cidade.

Tem mais umas, eu estou com processos mesmo, para mim (sic) colocar dois, três, para mim tanto faz. Entendeu? Que se fod* esses cornos desses petistas aí. Tacando uma pic* na boca da mulher deles que aí eles vão ver o que vai sobrevir. Principiar lutar essa mulherada tudo desses petistas aí. Vou lutar porque agora eu vou mostrar para eles quem eu sou. Essas biscataiadas, tudo rampeira que eu não comi ainda fica tentando me encher o saco. Áudio de morador de Formosa do Oeste

Em outras mensagens de áudio que também teriam sido feitas pelo mesmo responsável, ele classifica petistas uma vez que “vermes” e diz que “ninguém está salvo dessa praga”, enquanto pede para o gestor do aplicativo excluir os apoiadores de Lula que entraram no grupo dos bolsonaristas da cidade.

“Se não expulsar [os petistas], eu vou ter que trespassar desse grupo porque a gente não é em prol do PT, a gente tenta chegar e permanecer longe deles. Eu não sei o que essas pragas querem vir para permanecer perto da gente, pô. Portanto, vai tomar no c* deles. Por isso que eu falo mesmo. É tudo put*, biscate, tudo viado, corno, esses petistas aí.”

Segundo Vesco e Paim, o responsável pelo áudio seria um varão sabido no município pelo sobrenome de “Cuiabano”. Ele já vinha proferindo discursos de ódio contra mulheres petistas e de esquerda em comentários nas redes sociais desde antes do primeiro vez das eleições, ocorrido em 2 de outubro. O teor dos áudios teria viralizado na pequena cidade, inclusive, de entendimento com Vesco, circula até mesmo entre crianças que estariam ouvindo a gravação na escola.

No boletim de ocorrência, também obtido pela reportagem, a natureza constatada no registro foi de “notícia de indumento horizonte – ocorrências não delituosas” e o meio empregado foi “afronta”.

Vesco declarou que o suposto responsável dos áudios teria pedido desculpas posteriormente a repercussão da gravação na cidade. “Eu espero que a justiça o puna porque ele fala coisas terríveis. A ofensa dele é muito grave”, disse o vereador.

O UOL tenta contato, por redes sociais, com o varão indiciado de ser o responsável do teor. O texto será atualizado em caso de retorno.



Leave feedback about this